Página Inicial


 
PET'S SHOP
FAÇA SUA LOJA
PET ID
ADOTE UM PET
ACHADOS  PERDIDOS
PET MATRIMONIAL
PET TRAVEL
EVENTOS
CLUBE PETFRIENDS
PET'S E FAMOSOS
EXÓTICOS CURIOSOS
CONTOS  HISTORIAS
OPINIÕES PET'S
CAMPEÕES 
TV PET FRIENDS
ENCONTROS
ASTROLOGIA
CONSULTA ON-LINE
MUNDO VETERINÁRIO
FÓRUM
ONDE ESTAMOS
CHAT VET
FAÇA SEU SITE
CÃES
GATOS
PEIXES
AVES
RÉPTEIS
OUTROS
POSTAIS ON-LINE
JOGOS
PET'S FAMOSOS
PARA COLORIR
                        

HEDGHOG (ouriço pigmeu africano)

Os Hedges para estimação são resultado de duas espécies africanas, a albiventris e a algirus, do gênero Atelerix. Mamíferos primitivos, surgidos há cerca de 100 milhões de anos, os Hedges tem o corpo coberto de espinhos e o focinho comprido.  

Existem cerca de 14 espécies de Hedgehogs. Raro no Brasil, ele já conquistou a América. 
O seu sucesso deve-se  à sua aparência, que combina o corpo exótico com uma cara cativante, e a facilidade da criação, que permite deixá-lo sozinho por vários dias, e o baixo custo de manutenção. Caso se sinta ameaçado, ele se transforma em uma bola, deixando à mostra todos os seus espinhos. Desconhecido no Brasil, nada impede sua criação, já que o Ibama autoriza a importação dos Hedges. 

Relaciona-se com o ambiente em que vive pelo olfato, principalmente, pois não enxerga muito bem. O dono deve evitar usar produtos que mudem o seu cheiro, como luvas e perfumes, principalmente nas mãos. Além disso, o componente de alguns perfumes pode causar reações em alguns Hedges, como espumar ou dar dentadas. Nesses casos, o melhor a fazer para evitar isso é lavar as mãos com sabão neutro. Luvas devem ser usadas só com Hedges que costumam morder.
A adaptação do Hedge a diferentes ambientes é boa. Mesmo à troca do dono o Hedge se adapta bem quando seu temperamento foi adequadamente desenvolvido. 
Pequeno e solitário, na maior parte da vida, o Hedge, quando não estimulado, só inicia as atividades físicas à noite, passando a maior parte do dia recolhido.
O manuseio do Hedge é fundamental para socializá-lo e quanto mais freqüente, mais ele se adapta ao dono e fica relaxado. Normalmente, tocá-lo não traz riscos, mas deve ser feito com cuidado, principalmente no período de adaptação, para evitar que se assuste e arme os espinhos cortantes. Antes de manuseá-lo é importante que ele se acostume ao novo lar por um ou dois dias, habituando-o à voz e cheiro do novo dono e à nova rotina alimentar.  Crianças pequenas só devem manusear o Hedge com a supervisão de adultos. Se ele cair, pode se assustar e se machucar se não virar uma bola antes de chegar ao solo, mas isso é raro de ocorrer. 

Cuidados: No ambiente selvagem, o Hedge é insetívoro, mas, os de estimação se acostumam muito bem com ração para gatos com elevado grau de proteínas, que pode ser oferecida seca ou úmida, uma vez ao dia. De vez em quando é bom oferecer queijos magros, pedaços de carne de aves cozidas (frango ou peru) e alguns insetos, como grilos, que para ele são um petisco. É preciso limpar as vasilhas de comida e retirar as fezes diariamente. O abrigo e o bebedouro devem ser limpos semanalmente com desinfetante neutro e água. O abrigo deve ser um local para ele ficar quando não está solto, feito de plástico ou vidro, que impeça a fuga (não pode ter portas de molas, ele as abre) e não apresente risco de acidente. Pode ser uma gaiola (mas as grades podem machucar o Hedge), aquários grandes (1m comprimento X 24cm de largura, aberto em cima para ventilar e com 30cm de altura) ou mesmo caixas de transporte para cães e gatos. O piso deve ser inteiriço, sem grades, forrado com raspas de pinheiro ou outro material absorvente, menos jornal. O ideal é manter o Hedge fora do abrigo o maior tempo possível, para se exercitar. Dentro do abrigo, coloca-se um ninho, que será usado p/ dormir e como ninho, bebedouro, comedouro e brinquedos, que são opcionais. A temperatura ideal para ele é entre 22ºC, no máximo 30ºC. No calor, mantenha-o em locais frescos e no frio, coloque uma fonte de calor, como uma rocha aquecida. Grandes oscilações de temperatura podem estressar.   

Temperamento: O temperamento dos Hedges é muito bom. Alguns são mais ativos e brincalhões, outros tímidos e dorminhocos, mas são todos muito dóceis e sociáveis. Essa característica se acentua dependendo do ambiente e do tratamento desde seu nascimento.  O Hedge acostumado desde pequeno com contato, será um adulto que quer o colo e o aconchego do dono. Mas fatores genéticos também determinam a personalidade. Um Hedge com ancestrais com problemas de comportamento pode ser menos sociável ou mais agressivo, mas são minorias.   
Tamanho:
de 13 a 20 cm. 

Peso: de 340 a 450 gramas, média de 400 gramas.  

 

inicio l quem somos l cadastre-se l contato
desenvolvimento Express Web
Copyright© 2000 PetFriends. Todos direitos reservados. All rights reserved
1