Página Inicial

 

 
PET'S SHOP
FAÇA SUA LOJA
PET ID
ADOTE UM PET
ACHADOS  PERDIDOS
PET MATRIMONIAL
PET TRAVEL
EVENTOS
CLUBE PETFRIENDS
PET'S E FAMOSOS
EXÓTICOS CURIOSOS
CONTOS  HISTORIAS
OPINIÕES PET'S
CAMPEÕES 
TV PET FRIENDS
ENCONTROS
ASTROLOGIA
CONSULTA ON-LINE
MUNDO VETERINÁRIO
FÓRUM
ONDE ESTAMOS
CHAT VET
FAÇA SEU SITE
CÃES
GATOS
PEIXES
AVES
RÉPTEIS
OUTROS
POSTAIS ON-LINE
JOGOS
PET'S FAMOSOS
PARA COLORIR

Com temperamento forte essa raça possui muitos apreciadores

Os apreciadores da raça não economizam elogios. Inteligente, leal, defensor, afetuoso e carinhoso com a família são apenas alguns dos muitos predicados atribuídos a este cão. Infelizmente, uma gama igual de palavras negativas são usadas contra o Doberman. Muitos amantes da raça costumam dizer que não existem maus Dobermans, existem maus donos.

Muitos criadores acreditam que cães instáveis existem em qualquer raça. No caso do Doberman, o grande problema é seu instinto apurado de guarda e a rapidez na tomada de decisões para iniciar um ataque. Tudo isso aliados a força e a velocidade, podem tornar esse cão uma grande ameaça para todos a sua volta.

Mas, bem educado, socializado e respeitando os comandos de obediência básica, que deve ser incinado quando eles ainda são filhotes, essa raça pode ser uma boa companhia para a família. Mesmo assim deve-se sempre estar atento.

Origem e História

Esta é uma raça de desenvolvimento relativamente recente, montando à segunda metade do Século XIX. Apesar dos franceses apontarem sua semelhança com o pastor de Beauce, os alemães sustentam a tese de origem em seu território. O padrão oficial da raça Dobermann foi oficialmente reconhecido na Alemanha em 1900.

Foi um cobrador de impostos e também zelador de abrigo de cães da cidade de Apolda, Alemanha, chamado Herr Louis Dobermann o criador da raça que leva seu nome (a raça chamas-se Doberman com um único N). Ele teria dado origem à raça através de cruzamentos entre diversas outras, entre elas o Pinscher, o Pastor Alemão e o Braco de Weimar.

Herr Dobermann procurava um cão que pudesse ajuda-lo nas suas viagens, muitas vezes por áreas perigosas, protegendo-o contra bandidos e sonegadores furiosos. A raça foi desenvolvida e firmada em muito pouco tempo, cerca de 10 anos. Criado para atacar estranhos e proteger seu dono a qualquer preço, os primeiros cães da raça eram extremamente agressivos. 

O hábito de cortar o rabo do Doberman também vem dos primeiros cães gerados, já que muitos nasceram com o rabo cotô, e eram muito apreciados. Depois da morte de Dobermann, a raça continuou a ser desenvolvida por Otto Goeller e a ele é creditado o grande aprimoramento do Doberman atual. Foi através de Primeira Guerra Mundial que o Doberman ficou conhecido mundialmente. Corajoso, inteligente e leal ao seu dono, esta raça foi largamente utilizado na guerra e em serviço policial.

Embora ainda seja um excelente cão de guarda, e ainda sofra com a má reputação de agressivo ao extremo do passado, o Doberman hoje tem um temperamento muito mais tolerante com estranhos, sendo que já não é raro encontrar espécimes que são verdadeiros doces.

Tem ótimo olfato, disposição para o trabalho e está sempre atento e disposto a se sacrificar pelos donos ou na defesa de seu lar. Tem pêlo curto, sempre preto ou marrom, com marcas castanhas na face, dentro das orelhas, no antepeito, nas patas e abaixo da cauda. Não requer muitos cuidados além da escovação básica. Na aparência geral é um cão quadrado, bem proporcionado, de estrutura forte, musculoso, elegante e altivo, com expressão alerta e decidida.

Na década de 1980, o Dobermann chegou a ser o cão mais popular em número de registros pela Confederação Brasileira de Kenneis Clubes (CBKC). Naturalmente elegante, esta raça demonstra muita agilidade. Por ser de porte grande, requer uma área espaçosa em casa e precisa de exercícios regulares. 

 

 

inicio l quem somos l cadastre-se l contato
Copyright© 2000 PetFriends. Todos direitos reservados. All rights reserved
1