Página Inicial

 

 
PET'S SHOP
FAÇA SUA LOJA
PET ID
ADOTE UM PET
ACHADOS  PERDIDOS
PET MATRIMONIAL
PET TRAVEL
EVENTOS
CLUBE PETFRIENDS
PET'S E FAMOSOS
EXÓTICOS CURIOSOS
CONTOS  HISTORIAS
OPINIÕES PET'S
CAMPEÕES 
TV PET FRIENDS
ENCONTROS
ASTROLOGIA
CONSULTA ON-LINE
MUNDO VETERINÁRIO
FÓRUM
ONDE ESTAMOS
CHAT VET
FAÇA SEU SITE
CÃES
GATOS
PEIXES
AVES
RÉPTEIS
OUTROS
POSTAIS ON-LINE
JOGOS
PET'S FAMOSOS
PARA COLORIR

Um cão difícil de ser treinado

O Maremmano é um cão de porte grande que lembra muito o Pastor dos Pirineus e o Kuvasz, mesmo não sendo tão corpulento. Ele é temperamental: não é qualquer um que consegue treiná-lo.

Determinado e inteligente, este cão é leal com o seu dono e devotado para com o rebanho, mas não tolera intrusos. Por isso, é um excelente cão de guarda. Não se recomenda que o Maremmano conviva com crianças e outros cães, a não ser quando sociabilizado com estes desde filhote.


O pêlo tem comprimento de médio a longo e é levemente ondulado. A pelagem é grossa, densa e resistente à água. A cor é branco, marfim ou palha. Ele lembra um grande urso branco.

Origem e História

O Maremmano (Maremma) descende diretamente dos primeiros guardiões de rebanho que migraram do Meio-Este, provavelmente pelo Mar Adriático, vindos da Grécia.

Lucius Columella, escritor do século I, refere-se ao Maremma em seu livro que relata os negócios rurais dos romanos. Também Marcus Terentius Varro, o escritor mais lido dos romanos, descreve a raça em 100 DC.


Eram usados pelos fazendeiros ao longo de toda extensão dos Apeninos. Durante os meses de inverno, as pastagens eram boas para manter o rebanho nas áreas baixas e secas ao longo da costa (como em Maremma) e por isso os cães brancos que protegiam o rebanho eram chamados de Maremmanos.

O calor secava rapidamente as pastagens, então os pastores de ovelhas e os grandes cães brancos subiam as montanhas e lá ficavam por meses nas verdes pastagens e devido a isso nas montanhas dos Abruzzos, eles eram conhecidos como Abruzzesse.

Quando os pastores voltavam para casa à noite, as ovelhas eram deixadas em lugares naturalmente mais abrigados para evitar que uma debandada pudesse ocorrer. Os cães brancos nunca acompanhavam seus donos e ficavam para proteger as ovelhas. Esses cães faziam parte também das mais tradicionais famílias da Toscana.


Um relato sobre tropas Britânicas que capturaram alguns soldados italianos com um Maremma, falam desse cão branco, que foi colocado em um cercado com seis Pastores Alemães treinados pela RAF (Real Força Aérea). Na manhã seguinte o cão branco estava calmamente deitado no cercado junto aos seis pastores, mortos.

Copyright© 2002 PetFriends. Todos direitos reservados. All rights reserved
1