Página Inicial

 

 
PET'S SHOP
FAÇA SUA LOJA
PET ID
ADOTE UM PET
ACHADOS  PERDIDOS
PET MATRIMONIAL
PET TRAVEL
EVENTOS
CLUBE PETFRIENDS
PET'S E FAMOSOS
EXÓTICOS CURIOSOS
CONTOS  HISTORIAS
OPINIÕES PET'S
CAMPEÕES 
TV PET FRIENDS
ENCONTROS
ASTROLOGIA
CONSULTA ON-LINE
MUNDO VETERINÁRIO
FÓRUM
ONDE ESTAMOS
CHAT VET
FAÇA SEU SITE
CÃES
GATOS
PEIXES
AVES
RÉPTEIS
OUTROS
POSTAIS ON-LINE
JOGOS
PET'S FAMOSOS
PARA COLORIR

Um cão nadador

O Cão D’Água Português é conhecido por seus dotes de natação. Um excelente nadador e mergulhador, o cão apresenta um temperamento voluntarioso e altivo. Quanto à pelagem, é possível encontrá-lo de duas maneiras: com pelagem longa e ondulada, lustrosa e solta, em geral com tosa parcial a partir das últimas costelas, ou ainda com pelagem curta e encaracolada, assentada rente, sem brilho e em mechas cilíndricas.

Suas principais qualidades são a inteligência, lealdade e obediência. Vale ressaltar que sua aparência geral é de um cão médio, robusto, resistente e bem musculoso.

Esse cão era encontrado em toda a costa portuguesa, onde era utilizado para direcionar os cardumes de peixes para as redes, trazer redes perdidas ou quebradas e como correio de um barco para o outro ou para a praia. Eles eram usados também em barcos que viajavam das águas quentes de Portugal em direção às frigidas águas do norte para a pesca do bacalhau.

A sua variação de tamanho é grande, os menores eram usados em pequenas embarcações e os grandes nos barcos maiores.

Origem e história

A origem do Cão D’Água Português é bem discutível. Alguns acreditam que date de antes de 700 AC, nas estepes da Ásia Central, próximo à divisa da Rússia com a China. A teoria se deve ao uso naqueles locais destes cães como pastores, capturados pelas forças berberes (povo caucasiano da África do Norte) e levados pelo norte africano para o Marrocos. Seus descendentes, os Mouros, chegaram no século VIII em Portugal levando com eles seus cães de água.

Outra teoria sustenta que esses cães teriam sido levados das estepes asiáticas por hordas de bárbaros. O grupo dos Ostrogodos seguiu para o oeste e seus cães se tornaram os Poodles Alemães. Os Visigodos foram para o sul lutando contra os romanos e seus cães se tornaram os Lion Dog (cachorro Leão).

Nos anos 400 os Visigodos invadiram a Ibéria (Espanha e Portugal) e ali esses cães encontraram seu lar. Isso explica a hipótese de que os Poodles e os D'água Portugueses teriam a mesma origem.

A raça permaneceu na sua forma rústica, enclausurada ao longo da costa portuguesa por centenas de anos. Só no século XX esses cães se tornaram mais conhecidos.

Em 1930 um armador português e apreciador de cães, Dr. Vasco Bensuade, se tornou o grande responsável pela preservação e salvação da raça. A partir daí o Clube dos Caçadores Portugueses foi reconhecido, um padrão foi determinado e a raça classificada na categoria de cães de Trabalho pelo Kennel Clube Português.

 

inicio l quem somos l cadastre-se l contato
Copyright© 2000 PetFriends. Todos direitos reservados. All rights reserved
1